Tratar do tema bullying em sala de aula representa um grande desafio para os educadores. Por ser um assunto muito delicado para o dia a dia das crianças, mas também por estimular uma reflexão que incomoda o agressor, ao ponto dele mascarar suas ações ou não reconhecer nelas a prática de violência. No entanto, é muito importante trazermos este conteúdo para a rotina escolar, a fim de promover uma visão crítica em relação a comportamentos que muitas vezes são percebidos pelas crianças como brincadeira. 

Para contextualizar melhor sobre as formas como acontece e consequências do bullying na fase escolar, nós já falamos um pouco mais sobre a temática nos textos Bullying na escola: como educadores podem perceber e combater esse mal? e Tudo começa com bullying na escola: problemas psicológicos em vítimas de violência em ambiente escolar. Por esta razão, agora vamos apresentar algumas possibilidades de ações e atividades que os educadores podem adotar para trabalhar de forma leve e eficiente o combate ao bullying na vida dos nossos alunos.

Prepare-se para uma boa dose de inspiração e aproveite a leitura! 

Vigilantes do Bullying

Esta é uma atividade desenvolvida pelo Ministério Público de Minas Gerais. Em formato de um jogo de tabuleiro, os educandos jogam os dados e avançam pela trilha do game aprendendo sobre ações que conscientizem a respeito do que é bom ou não para o bom convívio com seus colegas. Para realizar esta atividade, o primeiro passo é você buscar o modelo de tabuleiro, que está disponível na cartilha lançada pelo MPMG. 

Ao lançarem os dados, os jogadores são impactados com mensagens positivas sobre boas práticas, ou de repressão sobre hábitos que se configurem como bullying. Por exemplo: “Não incomode as pessoas, mesmo com a desculpa de que é apenas uma brincadeira. Seja amigo de todos. Faça um elogio”. Desta forma, os educandos conseguem visualizar de uma forma divertida e dinâmica os hábitos que são legais e merecem ser estimulados, assim como aqueles que precisam ser revistos para não causar mal a outros colegas. 

Durante a prática do jogo, é importante também que os educadores façam elogios e estimulem nas crianças a compreensão das situações positivas. É sempre melhor educar valorizando os bons comportamentos do que repercutindo negativamente as falhas. Se você quiser apostar em uma atividade em que o bullying será visto como um vilão a ser derrotado, enquanto que o vencedor será o herói da história: esta é a opção certa para você!

Bullying: um dia na escola

Você já pensou em propor aos seus educandos uma atividade em que eles perceberão na prática, por meio de um jogo, como é a realidade de uma vítima de bullying? Esta é a proposta do jogo Bullying: um dia na escola, que foi desenvolvido pela editora Ideias com História, em parceria com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil, de Portugal.

Durante a atividade, as crianças irão conhecer a personagem Maria Inês, uma menina que foi agredida por práticas de bullying. O objetivo do exercício é que os educandos investiguem quem foi a pessoa responsável pela prática contra a vítima, e isto se desdobra conforme as informações sobre a situação são apresentadas a partir do conhecimento dos jogadores sobre cinco competências: controle de impulsos, assertividade, promoção de empatia, resolução de problemas e identificação do bullying. 

A essência do jogo é que os alunos compreendam criticamente situações que configuram a prática do bullying e, através do entendimento, saibam como agir ao presenciarem ou vivenciarem tais comportamentos. 

O exemplo do tabuleiro pode ser acessado aqui. No entanto, devido às variações linguísticas entre o português do Brasil e de Portugal, é importante que os educadores adaptem o texto do jogo, para torná-lo mais acessível à compreensão dos educandos.

Mais instruções e acesso à compra do tabuleiro completo estão disponíveis na página no link.

Dados dos sentimentos

Baseada em uma iniciativa portuguesa – Intervenção Bullying – esta prática consiste em um jogo pedagógico que objetiva analisar e aprender a partir das emoções dos participantes. Para executá-la, o educador deve convidar os alunos a formarem um círculo para iniciar uma conversa a respeito de suas emoções. O desenvolvimento do exercício depende também da elaboração de um dado especial para ele, no qual cada uma das faces deverá conter uma emoção. As sugestões são: TRISTE, ENVERGONHADO, ZANGADO, DESMOTIVADO, REPRIMIDO e COM MEDO. 

A ideia de serem todos sentimentos negativos é proposital, para estimular justamente que os educandos falem sobre as situações em que vivenciaram tais emoções no dia a dia escolar. Ah, nesta etapa é importante que o educador contextualize um pouquinho sobre o que representa cada uma dessas emoções. 

Feito isso, cabe ao educador mediar a troca de experiências e certificar-se que todos os alunos jogarão o dado pelo menos uma vez. Ouvir e refletir sobre as experiências dos colegas é uma forma de estimular os educandos a adquirirem consciência sobre as ações que podem gerar tais reações. Esse é um exercício que foca em permitir que eles descubram como se portarem para não magoar outras crianças. 

Por esta razão, é muito interessante e aconselhável que o educador também trabalhe durante o desdobramento da atividade as possibilidades de comportamento que as crianças devem adotar para lidarem com cada uma das emoções identificadas. 

Preparado para colocar em prática?

A partir destas atividades lúdicas, é possível incluir a compreensão e combate ao bullying de uma forma leve e positiva no universo infantil. Experimente incluí-las em seu planejamento de aula e aproveite para registrar o momento e enviar para nós. Quanto mais nos engajarmos e inspirarmos outras pessoas a fazerem o mesmo, mais estaremos cumprindo nossos papéis de protagonistas de uma educação transformadora. Contamos com você! 

Previous article Ebook gratuito: coordenação motora grossa e fina na educação infantil
Bullying na escola
Next article Bullying na escola: tudo o que você precisa saber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close