Notificações de conteúdos urgentes piscando na tela do seu celular. Na programação da TV, no lugar do entretenimento, debates ou programas especiais para discutir e informar sobre os impactos da pandemia causada pela COVID-19. Os grupos do WhatsApp repletos de informações – muitas vezes duvidosas – sobre a proporção que o novo coronavírus tomou em nossa sociedade. Isso soa familiar? Pois é, assim como o dia a dia, nossa forma de visualizar a informação durante a quarentena também precisa de um olhar mais carinhoso.

Principalmente quando falamos no cenário da educação, em que já experimentamos novas realidades e possibilidades para aprender e ensinar, quando falamos sobre o consumo de conteúdos o esforço é semelhante. É claro que as pautas permanecem trazendo o tema coronavírus, seus impactos, motivos para esperança e recortes da realidade, mas também é possível explorar outras formas de se informar e consumir conteúdos educativos, independentemente das grandes manchetes. 

O excesso de informação durante a quarentena pode causar tanto mal, quanto bem. Tudo depende de como vamos consumir e qual será o filtro que utilizaremos para permitir o impacto das notícias e conteúdos em nossas vidas.

E é sobre sua rotina de informação durante a quarentena que queremos falar aqui. Gostaríamos de apresentar algumas possibilidades de permanecer construindo conhecimento, a partir das mídias e novas tecnologias. É um processo muito fácil e prazeroso, a partir do acesso a um computador, smartphone ou outro dispositivo conectado à internet. Confira e inspire-se! 

YouTube como aliado

Para ilustrar como o processo de explorar novas possibilidades de materiais informativos pode ser leve e didático, a gente gostaria de validar o papel do YouTube como aliado à repercussão e consumo de assuntos importantes, leves e relevantes para nossas rotinas.  

Por meio da plataforma, qualquer pessoa com uma conta registrada pode gravar e divulgar conhecimento sobre o tema que quiser. Desde beleza, dia a dia, moda, entretenimento, até assuntos políticos e educativos, o YouTube nos oferece uma infinidade de possibilidades para aprender e curtir nosso momento de recepção de informações. 

Nós pesquisamos e elencamos alguns canais que falam sobre temas da atualidade, assim como perfis que compartilham dicas e inspiram ações para a educação, para que você aproveite outros formatos de informação durante a quarentena. Olha só: 

Manual do Mundo

O Manual do Mundo é um canal brasileiro que explora e divulga a ciência de uma forma divertida e acessível, trazendo várias curiosidades e informações relevantes e interessantes sobre este tema.

Com vídeos que ensinam a montar um terrário em casa, como enxergar o calor do ar, ou até mesmo dicas para a realização de experimentos envolvendo a pressão atmosférica, o Manual do Mundo é uma fonte muito rica de ideias e inspirações para construir conhecimento, assim como testá-lo.

Você pode encontrar novas formas de aprender e ensinar se divertindo, utilizando materiais da sua casa ou recursos do meio ambiente. 

Nunca Vi 1 Cientista

Este canal mostra que a informação durante a quarentena pode sim acontecer por meio de vlogs sobre o dia a dia, assim como explicações sobre as temidas fake news no campo científico. 

O Nunca Vi 1 Cientista conta com os esforços de duas pesquisadoras da Universidade de São Paulo (USP), para aproximar o público do conhecimento da ciência. Por meio dele, é possível aprender e se informar de forma leve e acessível, com conteúdos validados cientificamente por pessoas que pesquisam a fundo sobre os assuntos que abordam. 

Com ele, conhecer e explorar o campo científico torna-se uma experiência possível e enriquecedora para todas as pessoas.

Atila Iamarino 

Falar sobre a COVID-19 continua sendo uma necessidade para avançar no enfrentamento da pandemia. Por isso, o youtuber Atila Iamarino tem chamado muita atenção nos últimos dias com seus vídeos informativos sobre o coronavírus. Além de comunicador digital, ele é formado em Biologia e doutor em Microbiologia pela USP, o que o capacita dentro do assunto. 

A gente compreende que esta pauta aparece constantemente em outras plataformas de informação, mas consideramos importante indicar este canal, pois o tom leve, educativo e mais pessoal que o Atila dá para o assunto, facilita e torna mais acessível à compreensão sobre o que está acontecendo na atualidade.  

Nerdologia 

Focado em ciência, tecnologia e assuntos variados do universo nerd, o canal Nerdologia também é uma ótima fonte para quem gosta de se informar. Inclusive, o próprio Atila Iamarino apresenta alguns dos vídeos deste canal. 

Entre as pautas abordadas, os apresentadores compartilham com a gente informações assertivas e descontraídas sobre temas como: eletromagnetismo, botânica, entre vários outros. São materiais que divulgam curiosidades, marcos históricos e processos que fazem parte do nosso dia a dia. 

Palavra Cantada 

Com uma abordagem mais voltada para a educação infantil e possibilidades para ensinar e inspirar as crianças a se interessarem por temas relevantes do dia a dia, o Palavra Cantada compartilhar semanalmente vídeos com músicas divertidas e instrutivas acerca de diversos assuntos. 

Ao ter contato com os conteúdos informativos que eles produzem, é possível ter ideias e compreender formas leves e lúdicas para trabalhar temas essenciais junto às nossas crianças. No canal, já existem vídeos sobre ensinamento das cores, números, materiais didáticos primários e, inclusive, dicas para ensinar regras sociais valiosas.

Ah, e tem também o canal do Castelo-Rá-Tim-Bum

Um clássico do entretenimento infantil que ensinou e animou as tardes de milhares de crianças, o Castelo-Rá-Tim-Bum compartilhava em seus episódios práticas e informações importantes para nosso dia a dia e construção de conhecimento. 

Inclusive, durante a pandemia, uma música que embalava os intervalos do programa na década de 1990 foi resgatada como estratégia lúdica para incentivar o ato de lavar as mãos. Quer saber mais e recordar um pouquinho do que foi o Castelo-Rá-Tim-Bum? Nós preparamos um artigo exclusivo sobre este tema. É só acessar aqui: A geração que aprendeu a lavar as mãos com Castelo-Rá-Tim-Bum.

E aí, você conhece outros canais educativos para indicar?

Por ser uma plataforma gratuita e que permite a repercussão de diversos conteúdos, os materiais educativos do YouTube permanecem em constante atualização. Por isso, agora que você já conhece nossas dicas para consumir informação durante a quarentena por meio da plataforma, nós queremos saber se você tem indicações para nós.

Compartilhe seu conhecimento e contribua para fortalecer nossa rede que está transformando a educação <3 

 

Previous article Educação e quarentena: precisamos falar sobre saúde mental!
Next article Racismo e educação infantil: entenda como abordar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close