A expressão metodologias ativas ainda é nova, porém muito discutida no meio educacional. Muitos educadores afirmam utilizar as MAs em suas formações. Faz todo sentido que estejamos buscando um método para aplicar nossos saberes, afinal, o “como ensinar” sempre foi um grande desafio para os profissionais da área, instituições de ensino e pesquisadores.

O principal objetivo deste modelo de ensino é incentivar os alunos para que aprendam de forma autônoma e participativa, a partir de problemas e situações reais. A proposta é que o estudante esteja no centro do processo de aprendizagem, participando ativamente e sendo responsável pela construção de conhecimento.

Benefícios de trabalhar as metodologias ativas

São muitos os benefícios ao trazer as metodologias ativas para dentro da sala de aula. Mas, um dos principais é a transformação na forma de conceber o aprendizado, ao proporcionar que o aluno pense de maneira diferente (já ouviu falar em fora da caixa?) e resolver problemas conectando ideias que, em princípio, parecem desconectadas.

É importante investir em conteúdos atrativos e interativos, sendo essencial ter esse olhar para aprimorar os procedimentos utilizados para envolver os alunos na aprendizagem. As metodologias precisam acompanhar os objetivos pretendidos. Se queremos que os alunos sejam proativos, precisamos adotar metodologias em que os alunos se envolvam em atividades cada vez mais complexas, em que tenham que tomar decisões e avaliar os resultados, com apoio de materiais relevantes. Se queremos que sejam criativos, eles precisam experimentar inúmeras possibilidades de mostrar sua iniciativa.

Nas metodologias ativas, as práticas pedagógicas são estruturadas com a finalidade de fazer com que o estudante participe do seu processo de aprendizado. Além disso, essas atividades estimulam a resolução de problemas práticos, contribuindo para o desenvolvimento de competências como o pensamento crítico. Os estudantes também conseguem trabalhar a autonomia, a responsabilidade, a proatividade, o trabalho em equipe e a independência.

Isso significa que essas metodologias podem contribuir com o desenvolvimento  tanto da dimensão cognitiva quanto da socioemocional dos estudantes. Isso porque os alunos aprendem a lidar com problemas devido ao trabalho da sua segurança e confiança para enfrentar situações complexas, na escola e na vida. Os alunos desenvolvem mecanismos e aprendem a expor sua opinião e a respeitar pensamentos diferentes.

Competências estimuladas por metodologias ativas

A metodologia ativa faz com que os alunos participem de atividades como debates, trabalhos em equipe, estudos de caso e outras ações que o colocam em contato direto com a área escolhida. Isso desperta desde cedo competências que serão necessárias no mercado de trabalho, como habilidade de comunicação, retenção de informação e pró-atividade.

É possível destacar a existência de vários benefícios tanto para a comunidade acadêmica quanto para a instituição de ensino com a utilização das metodologias ativas. Sendo que os alunos:

  • adquirem maior autonomia
  • desenvolvem confiança
  • passam a enxergar o aprendizado como algo tranquilo
  • tornam-se aptos a resolver problemas
  • tornam-se protagonistas do seu aprendizado

Para a instituição de ensino, os benefícios se mostram principalmente com:

  • maior satisfação dos alunos com o ambiente da sala de aula
  • melhora da percepção dos alunos com a instituição
  • aumento do reconhecimento no mercado
  • aumento da atração, captação e retenção de alunos

Portanto, a aplicação de metodologias ativas de aprendizagem tem um papel importante para a educação, especialmente no Brasil, onde o setor necessita de transformações substanciais. Por isso, é preciso investir não somente em bons conteúdos, mas se faz necessário ter consciência de que aprimorar os procedimentos usados para educar é algo extremamente relevante.

Quer conhecer exemplos de metodologias ativas?

Para contribuir nesse processo, elencamos quatro metodologias de ensino que reconsideram as práticas dentro de sala de aula e sugerem novas formas de vivenciar a experiência letiva junto aos educandos. Confira nos artigos 4 metodologias inovadoras para sala de aula, Metodologia Paulo Freire para a alfabetização infantil, Método Montessori e Sócrates e a metodologia ativa.

E você também pode conhecer mais sobre atuações transformadoras no campo da educação, por meio das atividades desenvolvidas pelo Programa A União Faz a Vida e Cooperjovem.

Ah, e aproveite para compartilhar com a gente as suas experiências com essas metodologias ou outras que também fazem a diferença no dia a dia em sala de aula. Juntos, cada vez mais, vamos fortalecer a prática da educação transformadora!

danca-circular
Previous article Dança circular na Educação Infantil
Atividades de Páscoa
Next article Atividades de Páscoa para a Educação Infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close