Dentre inúmeras datas comemorativas que temos em nosso calendário e festejamos ao longo do ano, o dia 28 de abril é sinalizado como sendo o dia dedicado à educação. A data, assim como tantas outras, é tida como um dia festivo, pois, não somente professores e alunos, mas todo cidadão deve relembrar e refletir sobre o papel da educação em nossas vidas.

Quando o assunto é a educação, surgem lembranças do tempo de escola, os professores que marcaram nossas vidas, as salas de aula cheias de colegas, as travessuras tão presentes na época em que éramos crianças e adolescentes nas escolas, enfim, as lembranças da época em que estávamos e éramos estudantes.

Hoje, adultos, professores ou não, lembram-se dessa data não apenas com as lembranças do passado, mas com olhos voltados para o presente, para aquilo que estamos fazendo ou podemos fazer para uma educação de qualidade, não apenas para os espaços de educação formal, como o espaço da escola, mas, principalmente, por refletir em como estamos fazendo educação em nossas vidas e sendo exemplos para a educação de nossa comunidade, cidade, estado e país e por reconhecer que, qualquer que seja a profissão que exercemos, somos também colaboradores para uma educação melhor. Somos, na realidade, professores sempre!

Surge diariamente dentro das escolas a necessidade de colaboradores, de profissionais liberais, de pessoas da comunidade que possam exercer suas funções nesse espaço de forma voluntária. De pessoas engajadas com projetos escolares que possam, de forma simples porém valiosa, colaborar com os professores e ensinar para os estudantes assuntos que talvez não sejam do conhecimento dos docentes ou que não estejam muito bem explicados nos manuais e livros didáticos.

Fora da escola, nossa missão continua. Somos convidados a participar da educação de pessoas por meio de práticas e ações simples e que transformam vidas, causam reflexos, mudam o mundo. Cuidar da limpeza da frente de nossas casas, desejar um bom dia a quem não conhecemos quando encontramos nas ruas, ceder lugar às pessoas mais velhas em filas e assentos são alguns dos exemplos capazes de colaborar para uma melhor educação onde quer que estejamos.

A vida anda bastante corrida, de fato temos inúmeras coisas pra resolver, pensar, decidir e organizar ao longo da semana. Pensar o dia 28 de abril como sendo a data marcada no calendário para comemorar o Dia da Educação nos faz, por conta de nossos muitos afazeres, transferir as alusões a essa data para professores e comunidade escolar, nos eximindo de nossas responsabilidades nesse papel tão importante que é o de ser parte integrante da educação de nosso entorno. É preciso que tenhamos consciência desse nosso papel de educadores, sendo quem somos: médicos(as), secretários(as), profissionais liberais, mecânicos(as), donos(as) de casa, avós, pais e mães… e reconheçamos que, juntos, na doação de nossas habilidades e conhecimentos pessoais, podemos, dentro ou fora da escola, transformar a educação de nosso país.

Quão importante seria se pensássemos na possibilidade de perguntar mais para a escola e para as pessoas próximas de nossa comunidade: “Em que posso ajudar?”. Tenho certeza de que a experiência em fazer essa pergunta poderá trazer muitas mudanças por onde passarmos, além, é claro, da melhor parte: a sensação de dever cumprido e de estar sendo um verdadeiro cidadão.

Feliz Dia da Educação a todos nós, educadores nas escolas e fora delas!