Ensinar matemática para crianças não é uma tarefa fácil. Em tempos de redes sociais e tecnologias que distraem os alunos durante as aulas, a missão pode se tornar ainda mais desafiadora. Nesse sentido, aplicar brincadeiras de matemática é uma ótima maneira de prender a atenção dos alunos e aproximá-los da matéria, o que torna o aprendizado mais natural e prazeroso.

A gente já trouxe algumas dicas de conteúdos e atividades bem legais e publicamos em outros artigos do Transformando, você pode conferir eles em Torne a matemática divertida e 5 brincadeiras educativas. E para continuar se inspirando, segue nesse texto e conheça 4 brincadeiras de matemática para estimular em seus alunos o gosto por essa disciplina fascinante!

1. Boliche

Essa brincadeira pode ajudar os alunos a desenvolverem o domínio da adição. Com 10 garrafas PET, uma bola e um pouco de areia para colocar dentro das garrafas — que não seja muito grande —, é possível organizar uma divertida disputa entre os alunos da turma.

Basta atribuir um número a cada garrafa e posicioná-las de forma que seja difícil derrubar todas de uma vez. Um a um, então, os alunos fazem um arremesso. Depois de jogar, cada estudante deve contabilizar quantos pontos fez, de acordo com as garrafas que derrubou. Ganha aquele que fizer o maior número de pontos.

2. Argolas

Bastante tradicional nas festas juninas, o jogo de argolas também pode ser jogado em sala de aula. Uma vantagem adicional é que as garrafas do jogo de boliche podem ser utilizadas nessa brincadeira.

Nessa atividade, as garrafas são distribuídas no chão. O aluno recebe 6 argolas e, de um local determinado por você, tenta acertá-las nas garrafas. Quando acabarem suas argolas, o aluno deve contar quantos pontos fez e aguardar as jogadas dos outros participantes. Quem fizer mais pontos vence.

3. Jogo dos copos

Nessa brincadeira, coloque sobre uma mesa 3 copos grandes de plástico: o primeiro com uma etiqueta escrito “Centenas”, o segundo com outra em que se lê “Dezenas” e no terceiro, a palavra “Unidades”. Na sequência, um aluno de cada vez se posicionará a uma determinada distância da mesa, receberá 10 tampinhas de garrafas e tentará acertá-las dentro dos recipientes.

Se acertar 3 tampinhas no copo das centenas, 5 no das dezenas e 2 no das unidades, por exemplo, terá obtido um total de 352 pontos. Ganha quem fizer o maior número de pontos. Essa é uma atividade muito eficiente quando inserida adequadamente no plano de aulas.

4. Bingo dos 9 números

Essa brincadeira é útil no desenvolvimento das habilidades relacionadas às 4 operações fundamentais da matemática (adição, subtração, multiplicação e divisão).
Na atividade, cada aluno recebe uma cartela com 9 campos em branco e escreve números entre 1 e 36 em cada um desses espaços. Em seguida, você lança dois dados e fala em voz alta os números que saíram em cada um deles.

Então, o aluno verifica se existe alguma das 4 operações básicas que envolva os números ditados por você e que resulte em algum dos números que escreveu na cartela. Em caso positivo, ele anota junto ao número escrito previamente a operação que resultou no valor presente naquele espaço. O vencedor será aquele que completar a cartela primeiro.

Quando inseridas da forma certa no planejamento das aulas, as brincadeiras de matemática para sala de aula são excelentes ferramentas para estimular nos estudantes o gosto pela disciplina. Portanto, não hesite em usá-las!

Artigo adaptado de: http://blog.ieqp.com.br/4-brincadeiras-de-matematica-para-aplicar-em-sala/

jogo-da-politica
Previous article Ensine o sistema político brasileiro com o Jogo da Política
livros-para-ensino-fundamental
Next article 7 livros para o ensino fundamental que são imperdíveis para ensinar valores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close