Escola modelo de educação fica na zona rural da Paraíba e é um exemplo por ter como foco a autonomia do aluno

O sistema educacional no Brasil certamente está, gradualmente, percorrendo outros caminhos em busca de um ensino inovador. Entre os exemplos de escolas com metodologias transformadoras, podemos citar a Escola dos Nossos Sonhos, ganhadora do prêmio global de inovação.

A escola comunitária na zona rural da Paraíba tem a autonomia e coletividade como metodologia de ensino e serve de exemplo para outras escolas do país. Quer saber mais? Então, acompanhe o artigo abaixo.

O que é a Escola dos Nossos Sonhos

A Escola Nossa Senhora do Carmo, também conhecida como Escola dos Nossos Sonhos, é uma escola comunitária localizada na cidade de Bananeiras, a pouco mais de 120 quilômetros de distância de João Pessoa, na Paraíba.

Em 2016, ela foi reconhecida pelo MEC como instituição de referência para a Inovação e a Criatividade na Educação Básica do Brasil. Em 2017, entrou para a rede das Escolas Transformadoras, certificada pela Ashoka/Alana, a primeira na Paraíba.

Ainda, em 2019 passou a integrar o projeto global Escolas 2030, um programa que busca avaliar, desenvolver e disseminar boas práticas para a educação de qualidade de crianças e jovens. São apenas 10 países participantes e a Escola dos Nossos Sonhos é uma das 100 instituições brasileiras que integram o projeto. Além disso, está entre as 14 instituições que servem de referência às demais.

Como surgiu a Escola dos Nossos Sonhos

No ano de 2005, a Escola dos Nossos Sonhos nasceu como projeto social das irmãs Carmelitas, as Irmãs do Carmelo Sagrado Coração de Jesus e Madre Teresa, com o objetivo de alfabetizar os lavradores do entorno do Carmelo.

Então, em 2007, com a ajuda de doações e recursos populares, a escola começou a ganhar forma física. As obras foram até 2015, quando foi inaugurada a “Escola dos Nossos Sonhos”, uma instituição de ensino comunitária na busca de uma jornada sem hierarquias, tendo a subjetividade dos educandos como centro.

Atualmente, atende crianças e adolescentes de diversas comunidades rurais e da cidade de Bananeiras. São cerca de 230 alunos que aprendem de forma autônoma.

Como é o ensino na Escola dos  Nossos Sonhos

Desde o início da escola, a Metodologia de Paulo Freire foi o maior referencial dos educadores. Com uma proposta de educar com os sujeitos, sempre considerando os fatores sociais que cercam a vida de todos.

Os responsáveis pela Escola dos Nossos Sonhos acreditam em uma educação que atinge o coração dos educandos. Além disso, um dos principais pontos do projeto é a divisão das decisões com o coletivo.

Características principais: coletividade e autonomia

Na Escola dos Nossos Sonhos não há professor em frente aos alunos explicando os conteúdos e fazendo avaliação no fim de um período. Também não há as “séries” como estamos acostumados. Por lá, há a integração de alunos de diferentes idades e conhecimentos.

Assim, o trabalho em grupo é incentivado e as trocas vão além das quatro paredes das salas de aula, das provas e das notas por rendimento.

Dessa forma, em vez de salas de aula, há espaços coletivos de aprendizagem, utilizados pelos alunos conforme as necessidades de cada um. De forma individual, eles recebem  a orientação de um tutor e ficam livres para executar suas pesquisas onde quiser e se sentir mais à vontade, seja no refeitório, na sombra de uma árvore ou no pátio.

Além de tudo isso, a autonomia dos alunos é um pilar essencial dessa escola. Cada um aprende conforme seus interesses e suas opiniões são consideradas, independentemente da idade da criança. Aliás, os cronogramas de aulas vão sendo montados de acordo com cada grupo, assim, os alunos sempre estão motivados.

Os grupos são organizados da seguinte forma:

  • Núcleo de iniciação.
  • Núcleo de desenvolvimento.
  • Núcleo de aprofundamento.

Os professores são chamados de tutores e mediadores porque eles não devem transmitir conhecimentos e avaliar os alunos, mas sim orientá-los e desafiá-los para serem autônomos e exercerem sua liberdade.

Os pilares da prática educativa

Os pilares da educação na Escola dos Nossos Sonhos são:

  • As dimensões biopsicossocial e espiritual do ser humano.
  • A Multirreferencialidade como fundamentação da prática educativa.
  • Os documentos legais.

A metodologia que sistematiza o trabalho educativo

De forma resumida, as metodologias de ensino na Escola dos Nossos Sonhos são:

  • projetos de pesquisas;
  • momento com especialista;
  • roteiros de aprendizagem;
  • plano do dia;
  • oficinas;
  • roda de apreciação do dia;
  • tutorias;
  • relaxamento;
  • ensinando e aprendendo / aprendendo e ensinando.

A importância dos familiares e comunidade

Os familiares dos alunos também são muito importantes para a metodologia de ensino da Escola dos Nossos Sonhos. A proposta é que toda a comunidade esteja envolvida no ensino dos alunos.

Além de reuniões periódicas, há a “Escola de Pais”, que reúne iniciativas de pais e familiares para colaborarem com o crescimento da escola.

Voluntariado

Os voluntários também constroem a Escola dos Nossos Sonhos. Grande parte dos tutores são voluntários da comunidade em torno da escola que dedicam tempo para ajudar os alunos a aprenderem mais.

A Escola dos Nossos Sonhos é um exemplo de escola inovadora que tirou das dificuldades uma metodologia de ensino que coloca o aluno como centro do aprendizado. Se você gosta de conhecer esse tipo de ensino, veja aqui outras metodologias inovadoras para a sala de aula.

 

Previous article Planner 2022 para educadores: baixe o seu grátis!
Next article O que é preciso para uma educação mais igualitária e antirracista?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close